domingo, 5 de dezembro de 2010

Uma Mulher Certa a todo o gás!

E não é que a Mulher Certa não pára de nos brindar com posts cheios de conteúdo. São cheios de conteúdo, é certo. Mas eu não falei em qualidade de conteúdo, pois não? Sabem, são conceitos diferentes.
Comecemos (MC, escusa de me mandar bombons a agradecer o tempo de antena).

Parece-me muito bem que a MC consiga ter uma amiga. É bonito, sim senhor! Agora, fico na dúvida se é uma pessoa amiga ou uma papagaia amiga, já que a repete sem pensar. Acreditem, se fosse uma pessoa que pensasse, jamais andaria por aí a repetir o que lê por .
Por outro lado, MC pede que respeitem o seu espaço e que não andem por aí a ler o que escreve no blog. Grandes malvados! A invadirem uma coisa tão pessoal, que tem cadeado e tudo e, que está tão bem escondido na gaveta do meio da cómoda entre as tangas e os fios dentais rosa-cueca.

Ora aí está um sinal de que não deveria andar por aí a falar das suas preferências de vestuário. Se é certo que nunca a vi vestida (nem despida, para que fique claro), a julgar pelo que escreve não deveria achar muita graça. E com essas partilhas, em vez de um exemplar mal-amanhado, já serão dois. Assim, evite partilhas excessivas.

E o melhor, guardei para o fim.
A MC ou é extremamente burra ou extremamente parva, ou extremamente ambas as coisas. Então, não se vê quando uma chamada terminou? Não sabe que há um botão dedicado à função “terminar chamada” em todos os telemóveis? Estava à espera que a chamada terminasse por magia?
Quanto à pessoa anónima, em querendo partilhar a conversa que ouviu sobre os joanetes da MC, tem aqui uma patisserie à disposição.

3 comentários:

Teresa disse...

Ó J. da Ega, agora fiquei confusa, como é que uma pessoa anónima partilha aqui o que quer que seja?

J. da Ega disse...

Então, envia um email fofinho para daegajoao@gmail.com.

Teresa disse...

Isso do fofinho foi vírus que por aqui se instalou?