sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O retrato de Ana


A querida diz que a senhora de fartos seios não é ela. Que pena! Estava convencida que não existia foto que melhor lhe assentasse. A mestria com que maneja "merdas" e "dasse's". A clareza com que se expressa. Tudo indicava que a bota batia com a perdigota. Merda, que é a minha vez de dizer dasse. Quanto à corrida pelos montes e vales, de tetas saltitantes, toda bezuntada de maionese,a abocanhar a salsicha fresca no celeiro... isso peçam à Ana.

3 comentários:

Ana disse...

Wandinha, môr, eu não me importo, põe lá a foto actual. Aqui era quando eu era elegante.

Não enganes os clientes, caralho, assim não voltam cá!

Putas e cabrões, esta sou eu sim mas na minha fase anoréctica, ok? Agora curei-me e estou mais cheiinha!!!

Filipa disse...

Ó ana, ficaste tão bem, pá. Estavas muito melhor nesta altura em que fazias ali o monsanto. Agora que passaste a aviar para os lados do martim moniz, talvez por causa da qualidade das chamuças, deixaste-te engordar como o caralho. Tu vê lá isso.

Ana disse...

Pipa, minha putona linda. Tás nice?
Quantos fizeste hoje?
Olha, o Martim Moniz alagou, os clientes bazaram e eu...olha, lá fui às chamuças!!! Again!

Mas sigunda-feira começo uma dieta. Ligeira que só preciso de perder 1 quilinho ou dois.

Bom, vou para o turno da noite. Hoje vou subir até ao Intendente, pode ser que a cheia não suba tanto!!!

Oh freguês!!! Olha a queca de cólidade||||